Esta página de internet utiliza cookies. Ao continuar navegando pela página, aceita a utilização das nossas cookies.
X

Dolce Vita na costa mexicana

É difícil imaginar um lugar mais bonito para a passagem de ano do que em Careyes, um resort mexicano na costa do Pacífico entre a selva e a praia. É um pouco diferente de outros retiros, é mais sensual, mais glamoroso, mais aventureiro e mais descontraído. E o cenário internacional que chega aqui é tão vibrante quanto os edifícios multicoloridos. 



Algarve - Quarto com vista: Filippo Brignone mora no “castelo oceânico” Tigre del Mar. A escada parece levar-nos diretamente ao céu (à esquerda).

Mágico. É assim que praticamente toda a gente que já esteve aqui o descreve – um lugar com fachadas brilhantemente coloridas, 13 quilómetros de costa e vistas aparentemente infinitas sobre o Oceano Pacífico. O Costa Careyes Resort no México está localizado a três horas ao sul de Puerto Vallarta. É composto de villas privadas e casitas coloridas que exibem exteriores azuis, verdes e vermelhos e estão aninhadas na encosta íngreme em diferentes altitudes. Acrescente a isso alguns quartos de hotel e bungalows cor de rosa mesmo à beira da praia. Há também espetaculares edifícios redondos chamados “castelos oceânicos” que parecem esculturas e são totalmente cercados por piscinas infinitas que parecem fluir para o mar. Na temporada alta, uma estadia de uma noite num desses castelos de água custa 11.000 dólares, mas inclui um mordomo e um chef. No total, há espaço para 600 pessoas em Careyes – propositadamente um número que pode ser gerido. Tudo aqui tem a assinatura de Gian Franco Brignone, nascido em Turim, descendente de uma família bancária italiana, artista e incorporadora imobiliária. Em 1968, Brignone voou por esta parte do litoral num avião a hélice e apaixonou-se pela paisagem intocada e escarpada a partir do ar. Não havia uma única estrada, apenas selva densa, rochas e praias. Ele comprou o terreno espontaneamente e contratou o arquiteto mexicano Marco Aldaco, que hoje é famoso pela sua arquitetura aberta e arejada, projetada para harmonizar-se com os elementos. Primeiro, Aldaco construiu para ele o edifício Casa Mi Ojo em azul radiante, complementado com uma passarela de suspensão para um penhasco vizinho. O nome faz referência ao olho que Brignone perdeu na juventude. Isto deu o tom para o resto do desenvolvimento: Careyes é individualista, um pouco excêntrico e definitivamente não é para o mercado de massa. Os amigos do jet set da Europa de Brignone logo apareceram: playboys, bon vivants e pesos pesados ​​como Gianni Agnelli ou o magnata das finanças James Goldsmith. As notícias sobre o santuário isolado logo se espalharam. 

Até hoje, os Brignone preferem confiar no boca a boca: assim, amigos de amigos o visitarão, uma garantia muito boa de que todos se encaixam. Os que desejam comprar um imóvel aqui têm de ter carteiras recheadas, além de cumprirem 27 critérios que são tão incomuns quanto encantadores. Espera-se que os possíveis compradores apreciem a “música dos céus, da terra e do mar” e “já tenham cometido a maioria dos sete pecados capitais”. Ser multilíngue e ter um bom senso de humor também é essencial. A natureza distinta do resort também se reflete no seu logotipo, que consiste apenas num ponto de interrogação adjacente a um ponto de exclamação Careyes é uma atitude perante a vida. Quase não existem ângulos retos ou arestas cortantes, tudo é arredondado e flui. Debaixo dos altos telhados feitos de folhas de palmeira, sopra uma brisa suave. É um lugar sensual, repleto de buganvílias exuberantes. No restaurante, as strelitzias floridas ficam ao lado de enormes tigelas de frutos do mar. Muitas coisas foram deliberadamente omitidas, como jet skis e qualquer tipo de confusão ou barulho. Não há sequer para-sóis ou espreguiçadeiras. Em vez disso, existe uma beleza simples: esteiras de palha na areia quente, redes penduradas sob palmeiras. Uma mistura de Robinson Crusoe e James Bond – é tudo ultra luxuoso, mas também primordial. A natureza e a sua imprevisibilidade estão sempre presentes. No lado da terra, Careyes está cercado por uma enorme reserva da biosfera com 14.500 hectares de floresta tropical, cheios de crocodilos, pumas, jaguares, abutres, cobras e coiotes. Nas praias intocadas, mais de 2.000 tartarugas gigantes põem os seus ovos a cada ano, avidamente protegidos pela família e por um biólogo. Afinal, “Costa Careyes” significa “costa das tartarugas”. Assim como fez nos últimos 50 anos, Gian Franco Brignone, agora com 91 anos, mantém um olhar atento a todos os detalhes do local. Em 2006, o presidente mexicano concedeu-lhe a Orden Mexicana del Águila Azteca (Ordem da Águia Asteca), a maior honra concedida a estrangeiros. Brignone tem quatro filhos, que cuidam em conjunto de Careyes: Giorgio, Filippo, Sofia e Emanuela. E, assim como o pai lhes ensinou, eles vão de mesa em mesa para receber os seus convidados de todo o mundo e apresentá-los uns aos outros. A família manteve o pandemónio induzido por celebridades longe de Careyes, por isso não há paparazzi à espera. "Conseguimos isso porque somos discretos", diz Filippo, um dos seus dois filhos. "Não usamos os nomes dos nossos hóspedes para relações públicas e não há imprensa social por perto, exceto para eventos muito especiais. Nós respeitamos a privacidade dos nossos hóspedes famosos.” 

Quentin Tarantino gravou uma das suas cenas finais de Kill Bill numa das casas, Cindy Crawford fez aqui a sua sessão de fotos nuas de Herb Ritts e Bruce Weber escolheu Careyes como cenário para a sua campanha do CK Obsession. Seal e Heidi Klum casaram-se em Careyes e Giorgio Armani, Francis Ford Coppola, Bill e Melinda Gates e Paris Hilton já estiveram todos aqui. Especialmente durante o Natal e o Ano Novo, Careyes atrai uma grande variedade de hóspedes fiéis, muitos deles também europeus. Alguns reservam a sua próxima estadia quando partem em janeiro. As reservas devem ser feitas o mais tardar em julho, diz Filippo – depois disso, os espaços tornam-se escassos. Bem ao lado de Careyes está o resort Cuixmala, construído pelo velho amigo de Brignone, James Goldsmith, depois de visitar Careyes várias vezes. Houve alguns anos de tensão entre as duas famílias quando subitamente se tornaram concorrentes, mas hoje em dia ambos os lados se esforçam. Pessoas semelhantes vêm aos dois resorts. Toda a gente aqui faz parte de uma grande família dolce-vita. Há sempre um coquetel ou jantar nalgum lugar. Na baía semicircular da praia principal – a Playa Rosa – pequenos barcos, não super iates, balançam suavemente na água. Pode-se ouvir conversas em meia dúzia de idiomas, acompanhadas pelos sons das ondas a bater nas pedras. Em algumas noites há uma fogueira na praia. A regra não escrita sobre telemóveis em Careyes é simples: desligue-o, esconda-o ou deixe-o. Filippo explica desta forma: “É um instinto natural que encorajamos.” Ele é o presidente da Fundação Careyes, que se concentra em ecologia, educação e artes. Também apoia crianças de vilarejos vizinhos e organiza aulas semanais de inglês em onze escolas de ensino básico. Há um festival de cinema, música e artes "apenas por convite"; polo de classe mundial com torneios de novembro a abril; e nos últimos dois anos, o festival de música Ondalinda tem sido organizado aqui. Careyes está a expandir-se organicamente. “Um lugar que não cresce morrerá”, diz Filippo. No entanto, um lugar que cresce muito rapidamente também morrerá.” O seu pai construiu em torno de rochas e árvores e decidiu contra muitos projetos de construção. Esta continuará a ser a abordagem. Filippo mora na casa Tigre del Mar, onde uma escada de madeira está projetada acima do telhado e em direção ao céu. No degrau mais alto, há uma garrafa de tequila – um presente de boas-vindas aos deuses, ou a quem quer que possa aparecer. 

Contacte-nos já

Engel & Völkers Algarve
Para trás
Contacto
Insira a sua informação de contacto aqui
Agradecemos o interesse demonstrado. Iremos entrar em contacto consigo imediatamente.

A sua equipa Engel & Völkers
Saudação
  • Sr.
  • Sra.

Aqui poderá obter informações sobre quais os dados que serão guardados em concreto e quem terá acesso aos mesmos.

Poderei, em qualquer altura e com efeitos futuros, revogar os meus consentimentos.

Enviar

Conhecemos o valor de mercado do seu imóvel

Sabe qual é o valor atual do seu imóvel? Quer se queira apenas informar, antes de mais, sobre o seu valor de mercado atual ou deseje vender o seu imóvel nas melhores condições possíveis: os nossos especialistas de comercialização experientes estão ao seu dispor, de bom grado, para uma avaliação gratuita e sem compromissos do valor.
Avaliar
Para trás
Contacto
Insira a sua informação de contacto aqui
Agradecemos o interesse demonstrado. Iremos entrar em contacto consigo imediatamente.

A sua equipa Engel & Völkers
Saudação
  • Sr.
  • Sra.
Insira informações sobre o seu imóvel para que possamos processar o seu pedido o mais rapidamente possível

Aqui poderá obter informações sobre quais os dados que serão guardados em concreto e quem terá acesso aos mesmos.

Poderei, em qualquer altura e com efeitos futuros, revogar os meus consentimentos.

Enviar


Array
(
[EUNDV] => Array
(
[67d842e2b887a402186a2820b1713d693dd854a5_csrf_offer-form] => MTM5MjE5NzU3NkJ4d29xancwTDVhZWFIRzEycXAxcW9SdElHdVBqMTdV
[67d842e2b887a402186a2820b1713d693dd854a5_csrf_contact-form] => MTM5MjE5NzU3NnlHcUR0Y2VlTXVPUndLMHZkMW9zMnRmRlgxaUcwaFVG
)
)