Encontre uma casa a que possa chamar sua
Atrás
Engel & Völkers MMC Lisboa > Blog > Construir ou reabilitar? Autarquias querem casas novas, Governo aposta na recuperação

Construir ou reabilitar? Autarquias querem casas novas, Governo aposta na recuperação

Há mais de 25.000 famílias portuguesas com necessidades de realojamento. As autarquias querem construir casas novas para quase 7.000 famílias, que correspondem a quase 25% do universo total a necessitar de ser realojado. Mas o Governo já veio dizer que a construção nova será só para situações excecionais. As famílias devem ser realojadas em casas devolutas, adquiridas ou recuperadas para o efeito.

A solução para os problemas de habitação, dizem as autarquias, é construir casas novas. Quer isto dizer que 7.000 novas casas serviriam quase 25% do universo total que precisa de ser realojado, segundo o Jornal de Negócios. Mas o Governo defende que o melhor será apostar na reabilitação e esgotar antes disso – da construção nova – todas as possibilidades de realojamento. Assim, as famílias devem ser realojadas em casas devolutas, adquiridas ou recuperadas.

O Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) avaliou o custo total da construção destas novas casas, que poderia ascender a 1.700 milhões de euros. A secretária de Estado da Habitação disse, no entanto, que a resolução dos problemas de habitação demora tempo. "A habitação não é algo a que se junta água e já está. Implica tempo", defendeu Ana Pinho, citada pela publicação.


(Fonte: Jornal de Negócios)

Contacte-nos já
Engel & Völkers
MMC Lisboa
  • Avenida da Liberdade 196, 7º Andar 1250-147
    1250-147 Lisboa
    Portugal

Conhecemos o valor de mercado do seu imóvel

Sabe qual é o valor atual do seu imóvel? Quer se queira apenas informar, antes de mais, sobre o seu valor de mercado atual ou deseje vender o seu imóvel nas melhores condições possíveis: os nossos especialistas de comercialização experientes estão ao seu dispor, de bom grado, para uma avaliação gratuita e sem compromissos do valor.

Siga-nos nas redes sociais