Esta página de internet utiliza cookies. Ao continuar navegando pela página, aceita a utilização das nossas cookies.
X

Em Portugal vendem-se 20 casas de luxo por dia

A venda de 20 casas por dia, no mercado imobiliário de luxo, em Portugal, é dos mais recentes indicadores da tendência emergente do meio imobiliário no nosso país. 

Segundo o Instituto nacional de Estatística (INE), o mercado imobiliário de luxo representa uma fatia significativa do total de vendas realizadas em 2016, sendo que, de um universo de 120 mil casas transacionadas no passado ano, 6% se tratavam de casas de luxo. Esta é uma tendência que se prevê no mercado de luxo sustentável e duradoura.

Os dados emitidos por esta entidade, respeitantes ao ano transato, contam um total de 7489 casas vendidas cujo valor era igual ou superior a 400 mil euros. De considerar, ainda, que o preço médio das propriedades de luxo no nosso país ascende aos 620 mil euros.

Esta tendência para o crescimento do mercado imobiliário é bem visível nos dados respeitantes a 2016 e, no corrente ano 2017, tudo indica que a tendência para o crescimento será constante e prolongada. O crescimento sustentável para as vendas no segmento de luxo é, em 2017, de 15% a 20%, o que dá aos especialistas na área uma confiança extra sobre a manutenção da tendência ascendente do mercado imobiliário em Portugal.

Sendo dominado primordialmente por clientes estrangeiros, este emergente mercado de luxo vê cerca de 80% a 90% do seu lucro surgir por esta via. Parte das razões que promovem este interesse estrangeiro no investimento imobiliário português prende-se com o igual crescimento no investimento no turismo. O aumento de turistas no nosso país tem, pois, feito aumentar de forma visível (ainda que gradual) o interesse de um público externo, que procura um país bonito, tranquilo e com um clima ameno para viver ou para passar as suas férias.

Portugal - portugal.jpg

Claro que, a apoiar esta tendência, existe também o apoio bancário que, na atualidade, retoma a sua aposta na concessão de créditos à habitação, impulsionando, desta forma, também o mercado imobiliário nacional.

Embora o território português seja vasto, nota-se ainda, conforme se verifica nos dados cedidos pelo INE, que as principais transações ocorrem nas regiões de Lisboa, Cascais e Sintra (50%), sendo os restantes 50% divididos pelo resto do território, com destaque para as zonas do Oeste, do Porto, do Alentejo e da Madeira. 

Na verdade, em 2016, a Ilha da Madeira entra na rota do imobiliário de luxo, apresentando-se como um dos destinos mais desejados para os clientes deste mercado. Os principais clientes a procurar este destino eram estrangeiros, havendo um principal interesse por parte do público britânico, russo, sul-africano e venezuelano. Isto deve-se, provavelmente, à facilidade de acesso, devido aos voos diretos (nomeadamente a partir de Moscovo, durante os meses do Verão) e também ao facto de estes países contarem com diversos luso-descendentes cujos planos incluem um regresso às origens.

Desta forma, podemos concluir que se assiste, na atualidade, a um crescimento no mercado imobiliário, em geral, e, em particular, no segmento de luxo. Os dados divulgados pelo INE dão uma indicação clara da emergência deste mercado e da forma como esta tendência parece sólida e duradoura. 

Engel & Völkers

Portugal
Avinguda Diagonal 601, 08028 Barcelona
España Portugal
PT
Telefone
+34 935 15 44 55

Para a loja


Vender o seu imóvel

 
Sim, gostaría que a Engel & Völkers avalie a minha propriedade gratuitamente e sem compromisso.

Array
(
    [EUNDV] => Array
        (
            [67d842e2b887a402186a2820b1713d693dd854a5_csrf_offer-form] => MTM5MjE5NzU3NkJ4d29xancwTDVhZWFIRzEycXAxcW9SdElHdVBqMTdV
            [67d842e2b887a402186a2820b1713d693dd854a5_csrf_contact-form] => MTM5MjE5NzU3NnlHcUR0Y2VlTXVPUndLMHZkMW9zMnRmRlgxaUcwaFVG
        )

)