Franceses lideram na compra de imóveis em Portugal

O estudo é da responsabilidade do APEMIP (Gabinete de Estudos da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal) e coloca os franceses no topo da lista no que respeita ao número de estrangeiros a adquirir imóveis no nosso país. Este estudo, referente a 2016, veio mostrar um pouco das alterações do mercado imobiliário que, em Portugal, era antes liderado pelos ingleses e pelos chineses.

O investimento estrangeiro na compra de imóveis em solo luso é uma fatia percentual bastante significativa, que representa cerca de 20% das transações feitas no mercado imobiliário, número que apenas não se mostra superior (como em anos anteriores) devido à melhoria do setor a nível interno. Isto é: o número de portugueses a adquirir imóveis no nosso país aumentou, também, de forma significativa durante o ano 2016.

As três regiões favoritas pelos investidores estrangeiros em Portugal são a capital lisboeta, o Porto e, claro, o Algarve. Tanto franceses como ingleses parecem ter um fascínio pela região do Algarve, tanto como destino de habitação como de férias, sendo este um dos locais mais procurados no que respeita à aquisição de imóveis. Por outro lado, os chineses parecem preferir a capital para se sediarem.

Entre franceses e chineses, o mercado imobiliário português vê acontecer metade das vendas na região lisboeta, estimando-se que, no ano transato, estas vendas tenham rendido quase 2 milhões de euros.


Portugal - O_Porto_(visto_da_Ponte_Dom_Luis_I).jpg

A distribuição percentual entre os estrangeiros que compram mais casas em Portugal indica ainda uma presença significativa de brasileiros e belgas. Esta distribuição estima que, em 2016, entre os compradores internacionais de imóveis na região lusitana 26% eram franceses; 19% eram britânicos; 13% eram chineses, 8% eram de proveniência brasileira e 5% vinham da Bélgica.

Embora estes sejam os estrangeiros com maior expressão no que se refere à compra de imóveis em solo nacional, a verdade é que estas não são as únicas nacionalidades envolvidas na compra de casa em Portugal. Existem várias nacionalidades (mais de 43) que, pelas mais diversas razões, escolhem o nosso país para adquirir o seu imóvel. 

Entre as nacionalidades em questão encontramos pessoas com proveniências tão variadas como o Líbano, a África do Sul e a Turquia.
O aumento do número de vendas de casas a estrangeiros veio, também, na sequência das medidas implementadas para facilitar a entrada de estrangeiros, nomeadamente no que respeita à autorização de residência dada pelos famosos “vistos gold” e aos benefícios fiscais associados à compra de casas por estrangeiros em Portugal.

A par com isto, Portugal tem recebido vários galardões de prestígio, tendo sido considerado o melhor país para viver a reforma e o terceiro país mais seguro do mundo.

Com todas estas questões a apoiarem a decisão dos estrangeiros de comprar casa no nosso país, prevê-se que o setor imobiliário mantenha a positiva tendência demonstrada ao longo do ano 2016 e continue em crescimento e expansão em 2017.

Por agora, na liderança da compra de casas em solo luso, estão os franceses, os ingleses e os chineses. Com encantos que ultrapassam qualquer fronteira, é possível que, a estes, se juntem outros num futuro próximo.

Engel & Völkers

Portugal
Avinguda Diagonal 601, 08028 Barcelona
España Portugal
PT
Telefone
+34 935 15 44 55

Para a loja


Vender o seu imóvel

 
Sim, gostaría que a Engel & Völkers avalie a minha propriedade gratuitamente e sem compromisso.

Array
(
    [EUNDV] => Array
        (
            [67d842e2b887a402186a2820b1713d693dd854a5_csrf_offer-form] => MTM5MjE5NzU3NkJ4d29xancwTDVhZWFIRzEycXAxcW9SdElHdVBqMTdV
            [67d842e2b887a402186a2820b1713d693dd854a5_csrf_contact-form] => MTM5MjE5NzU3NnlHcUR0Y2VlTXVPUndLMHZkMW9zMnRmRlgxaUcwaFVG
        )

)